Jovem da periferia apaixonado por matemática entra em 3 universidades

Alan Oliveira, de 20 anos, foi aprovado na Unicamp, Unesp e UFSCar.
Professor da rede pública incentivou rapaz que mora em Sumaré (SP).

Uma semente plantada na 6ª série do ensino fundamental, em uma sala de aula da Escola Estadual Professor Messias Gonçalves Teixeira, em Campinas (SP), germinou e deu frutos na vida de Alan Bonugli Oliveira, de 20 anos. Aprovado em matemática na UnicampUnesp e UFSCar, o jovem, morador da periferia de Sumaré (SP), conta que a paixão pela ciência nasceu graças a um professor.

"Foi o professor Alex Oliveira, quando eu tinha 12 anos, que me incentivou a gostar de matemática. A didática dele era diferente e fez crescer meu amor pela matéria. Tanto que pretendo dar aula, quem sabe em uma escola pública ou mesmo na Unicamp, e ajudar outros jovens da periferia, como eu, a desenvolver essa paixão pelos números", conta o jovem.

Só que apenas a paixão pela matemática não ajudaria o rapaz a chegar à vida acadêmica. Ele contou com o apoio de um cursinho popular para vencer as barreiras que separam jovens da periferia das universidades públicas.

"Infelizmente, grande parte das faculdades públicas são elitizadas. O vestibular prova isso cobrando conteúdos que nós, do ensino médio público, não obtivemos. Só que mesmo sem dinheiro para bancar os estudos, com os cursinhos populares chegamos longe", defendeu Oliveira, integrante do Cursinho Popular Dandara dos Palmares, de Campinas (SP), que atende alunos oriundos do ensino público ou de escolas particulares que tiveram bolsas integrais.

Para ler o texto na íntegra, acesse: http://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/2017/02/jovem-da-periferia-apaixonado-por-matematica-entra-em-3-universidades.html

http://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/2017/02/jovem-da-periferia-apaixonado-por-matematica-entra-em-3-universidades.html

Data de Publicação: 16/02/2017